Pesquisa personalizada

Seja bem vindo!!!

Este blog é destinado a mostrar reflexões, textos e poemas de forma a levar as pessoas à pensar.
Espero que goste.

Uma parceria com:

Frases Famosas (www.frasesfamosas.com.br/)

Sarau Poemas e Verdade (www.facebook.com/groups/poemaseverdade/)

domingo, 20 de dezembro de 2015

sábado, 19 de dezembro de 2015

domingo, 13 de dezembro de 2015

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

sábado, 21 de novembro de 2015

A lama e o terrorismo

Estamos afundados na lama da miséria, do egoísmo e do "feminismo-machista".
Desculpe os maus termos, mas a nossa lama vai além das fronteiras francesas e das bandeiras pintadas na mídia.
A nossa lama já ultrapassou as barreiras da desgraça, e se tornou um terrorismo atroz contra a natureza, sim, se tornou uma hipocrisia veloz, que dispensa saber onde é o lugar que ocorreu. O fato é que a violência permanece, ainda que por anos os sábios tentem dizer que não existe sabedoria em matar, ainda que o sábio tente informar.
-Tudo é vaidade! Não há mais para onde correr, a lama nos alcançou. A gente paga pela lama e pelo terrorismo.
Não, eu não quero mais ver as bombas estourando em meu quarto enquanto eu durmo, nem a fauna gritando por compaixão quando acordo.
Eu não quero mais ouvir os gritos de lamentação, nem as frases de julgamento, não quero mais o tormento de apenas sobreviver.
Porque o ser humano não aprende que cada um é um, e não dois? Porque o ser humano não aprende o conceito de individualidade?
Porque não se aprende que quando julgamos, seremos julgados? Pois aquele que ajuda a criar a bomba do terrorista, é o mesmo que o bombardeia depois e derruba as barreiras que seguravam a lama. Notem que as barreiras seguravam a lama, e não água.
Água é uma coisa rara, porque é limpa, e a limpeza hoje é uma coisa rara, mas a raridade de se manter calado e ajudar é maior ainda.
Então, o que fazer diante das atrocidades de "excomungar" quem não se aceita?
Porque não usamos o intelecto e as estratégias para parar a lama e o terrorismo?
Enquanto eles, lama e terrorismo, avançam pelo mundo, a hipocrisia avança pelas redes sociais e pela mídia.
O julgamento e o descaso, avançam pelas portas das nações e o mundo se torna o caos a que foi destinado, e a tão falada evolução, vira involução. Afinal de contas, olhar para dentro de si, e alimentar o egoísmo, é a melhor forma que se encontra de sobrevivência, em um mundo habitado pela lama e pelo terrorismo na alma de nossa espécie, pois acusar e matar o próximo, ainda é a forma de justificar o mal dentro de si mesmo, ao invés de amar o seu próximo como a si mesmo.

sábado, 7 de novembro de 2015

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

terça-feira, 3 de novembro de 2015

sábado, 26 de setembro de 2015

domingo, 20 de setembro de 2015

sábado, 19 de setembro de 2015

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

sábado, 29 de agosto de 2015

domingo, 23 de agosto de 2015

terça-feira, 18 de agosto de 2015

sábado, 15 de agosto de 2015

sábado, 8 de agosto de 2015

terça-feira, 31 de março de 2015



Um livro de poesias baseado na essência da verdade dos sentimentos humanos, vividos a flor da pele, trazendo para a fantasia e o sentido duplo, a importância do sonho que nunca deverá morrer dentro de nós, pois a nossa vida é baseada na esperança, gerando em nós metas e planos para que prossigamos obtendo sucesso em todas as áreas em que vivemos. Este livro vem trazer à realidade a arte que sobrevive ainda, dentro de nós, mesmo diante das dificuldades do mundo moderno, ajudando na compreensão literária, seja ela tradicionalista, barroca ou modernista, para quem ama a poesia.

sábado, 28 de março de 2015


Seu lugar em mim, as marcas de um amor

Quando a chuva vem não dá pra resistir,
Mas ela se confunde com o choro,
O choro de perder um grande amor.

As lembranças que ficaram são mais fortes.
Eu faria tudo de novo por você,
Viveria intensamente a eternidade,

Esqueceria tudo de uma vez
Só pra sentir você aqui,
E lembrar o que nunca vivi,

Ou vivi tanto que já não sei dizer,
Meu coração clama por ti,
Na imensidão desse vazio

O amor vai prevalecer,
Ele sempre vence,
A chama nunca irá se apagar dentro de nós,

Nossos sonhos vão nos garantir isso,
Então nossos medos de sermos esquecidos
Jamais existirão de novo.

Quando nos tocarmos novamente,
Ainda que não hajam mãos,
Quando olharmos para dentro de nós mesmos,

Para dentro de nossas almas,
E notarmos que jamais nos deixamos,
Apenas fomos para casa.

Ander Monte

segunda-feira, 23 de março de 2015


Quando se ama

A gente quando ama sofre calado,
Dizendo a si mesmo que tudo muda,
A gente se emociona, chora estressado,
Finge que não vê, procura e ajuda.

A gente quando ama esquece da gente,
Trata com carinho, demonstra cuidado,
Pensa toda hora, não tira da mente,
Acredita no sonho a dois realizado.

A gente quando ama quer estar logo perto,
E sorri quando vê o outro sorrindo,
Perdoa esquecendo que está certo,
Chegando-se ainda que esteja partindo.

Dá beijo molhado, abraço apertado,
Suor não rejeita e o frio aceita,
Momento encantado, encontrar seu amado,
Deixando a lua no céu satisfeita. Uma noite perfeita!

Quando se ama é como a gente,
Se ama pra sempre com laço fiel,
Nunca acaba, dura eternamente,
Independe da causa, do efeito e do papel.

-Ó meu grande amor, porque tu és tão inesquecível?
-Quando as pedras te olham sinto ciúmes,
-Como te amar pode ser tão inteligível?
É que quando a gente ama, escala os altos cumes.

Ander Monte

Vênus e Marte

O encontro do amor com a guerra,
A cadência que no céu se encerra,
Traz o rastro da lua consigo,
E Aldebarã, a estrela do lascivo.

De um lado o recôndito vermelho,
Do outro o ardente parelho,
Em um anoitecer poético,
Abrilhanta essa união até o mais cético.

Nos olhos do amor contemplam os gregos,
Nas asas da guerra dos romanos apegos,
O insólito encontro dos opostos,
Deixando surpresos na Terra os rostos.

Os imensos astros que o céu clareiam,
Contrastando assim almas incendeiam,
Tão quente ó Vênus te sentimos, 
Teus ventos ó Marte repartimos.

Só restando a nós dois assim calados,
Suportarmos guerra e fogo inflamados,
Pelo amor que esse encontro nos inspira,
A nosso favor todo universo conspira.

Ander Monte

Casados

Entregues corpo e alma,
Um ao outro. Na noite
Do amor da vivalma,
A espera do açoite.

Os corpos cansados,
Se espremem na cama,
Um tanto molhados,
Fora do pijama.

São um quebra-cabeça,
De encaixe perfeito,
Que assim envelheça,
O casal nesse leito.

Consagrados e atados,
No laço tão forte,
De segredos revelados,
Que definem a sorte.

São um e são dois,
A grinalda e o véu,
O terno e os lençóis,
Lua e sol, lá no céu.

Atados amados,
Desprendidos fiéis,
Invólucros selados,
Dos grandes menestréis.

Os corpos unidos,
Ideias em jejum,
Galgam sonhos já vividos,
De um objetivo comum.

Ander Monte e Aline Cazza

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015


Ternura

Não há flores que te definam,
Não há versos que te traduzam,
É meiguice e afeto,
Gesto de amor seleto.

Debaixo das asas da minha proteção,
Sente a paz com gratidão,
O olhar fito em cuidado,
Que deixa o sábio impressionado.

Delicadeza em pessoa ela é,
E também exercita a fé,
Sem luxúrias e como criança,
Contagia com ar de bonança.

Eu te vejo todo dia ternura,
Clamando pela lisura,
Teus cabelos compridos ao mundo encanta,
Me segura em teus braços, me acalenta.

Ó ternura querida,
Que deu mais amor a minha vida,
Deixa eu te espalhar nos quatro cantos,
Mas nunca me tire os seus encantos.

Ander Monte

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015


Teorias

Letradas e listradas teorias permutam,
No ávido esclarecer dos infantes solenes,
Exauridas ideias nas mentes sepultam,
Pensamentos vertidos de cunhos perenes.

As regras e leis sistematizadas,
Não se aplicam aos sábios e mestres,
As inteligências escabrosas e viciadas,
Subestimadas pelas sabedorias campestres.

Ao se observar um invólucro chega-se a conclusão,
Mas na hora do uso o suplante falhou,
Observar acabou sendo em vão.

Suposição, fanatismo ou estudos?
Especulando por experiência e testes provou,
Não eximindo de exibi-las nos cinemas mudos.
Ander Monte

Impeachment (da Dilma)

1-No primeiro momento, o pedido de impeachment passa pelo presidente da Câmara, cargo exercido atualmente por Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele decide se o pedido será arquivado ou encaminhado aos parlamentares. Desde 2010 foram protocolados 14 pedidos de impeachment na Câmara, mas nenhum foi encaminhado para votação.
2-No caso do pedido ser encaminhado para votação, ele será analisado pelos deputados e precisará receber dois terços dos votos possíveis para seguir adiante. Isso significa que 342 deputados precisariam aprovar o pedido para que ele seguisse adiante.
3-Aprovado pela Câmara, o pedido de impeachment passa, então, a ser votado no Senado, onde também precisará receber dois terços dos votos possíveis, o que significa um total de 54 votos.
4-Para evitar debates acalorados, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), cargo ocupado atualmente por Ricardo Lewandowski, é responsável por presidir a sessão no Senado. Diferente do que acontece em muitos casos, no entanto, ele não tem direito ao voto, apenas presidindo o julgamento a fim de garantir sua lisura.
5-Após chegar ao Senado, o pedido tem 180 dias para ser julgado. Durante esse período, o presidente em exercício é afastado do cargo. Caso o julgamento ultrapasse esse limite de seis meses estipulado por lei, o presidente volta ao cargo que ocupava. A volta, porém, não impede o julgamento de continuar acontecendo.
6-Em caso de o julgamento indicar o impeachment, existem dois tipos de pena: a principal, que diz respeito à perda do mandato, e a acessória, que é a impossibilidade de se eleger a qualquer cargo público por oito anos. Fernando Collor, presidente deposto por impeachment em 1992, esperou esse período e voltou sendo leito senador em Alagoas nas eleiçoes de 2002.
7-Em caso de impeachment, assume imediatamente o vice-presidente. Ou seja, caso Dilma Rousseff seja deposta do cargo, quem o assumirá é Michel Temer (PMDB-SP), que ficará até o final de seu mandato.
8-Caso o vice-presidente também não possa assumir o cargo, o que é previsto por lei em caso de cassação decorrente de processo eleitoral, ou seja, com irregularidades na campanha, existem duas possibilidades.
9-A primeira possibilidade diz respeito a um afastamento do vice-presidente até o fim de 2016. Neste caso, seriam convocadas novas eleições com voto direto.
10-A segunda possibilidade é a saída do vice-presidente, Michel Temer, no caso atual, apenas a partir de 2017. Se isso acontecer, haverá eleições indiretas, com apenas os membros do Congresso Nacional podendo votar nos candidatos.
11-Enquanto as eleições — diretas ou indiretas — não acontecerem, quem assumirá o cargo deixado vago por presidente e vice-presidente será o presidente em exercício da Câmara dos Deputados. Atualmente, seria o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
12-A lei ainda prevê que em caso de renúncia ou afastamento do presidente da Câmara, quem assumirá o cargo de presidente da República, seguindo a linha de sucessão prevista em lei, é o presidente do Senado, cargo atualmente ocupado por Renan Calheiros (PMDB-AL) (Foto: Agência Brasil).
13-Diferente do que tem circulado nas redes sociais por pessoas favoráveis ao impeachment, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), candidato derrotado em segundo turno nas últimas eleições presidenciais, não assumiria o cargo em nenhuma hipótese, salvo se vencesse novas eleições em caso destas serem convocadas.

Fonte: Estadão

domingo, 8 de fevereiro de 2015


Quando te vi

Quando te vi sabia que era você,
Seu jeito único encanta-me a alma,
Mas te vejo como que num espelho se vê,
E com facilidade eu perco a calma.

A calma para esperar o momento certo,
Fico ansioso por te encontrar,
Ansioso por tua beleza ver de perto,
Apetecendo meus olhos ao te contemplar.

Mas eu sei que quando chegar,
Os teus lábios irão pular até a mim,
Num abraço quente digno de um festim.

Desde quando te vi e aprendi a amar,
A ilusão deu lugar a realidade,
Por te ter em meus braços de verdade.


Ander Monte

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Deserto

Deserto, tão perto, incerto,
Tuas areias já invadem a minh'alma,
Posso sentir, de tua areia estou coberto,
Mas preciso manter a improvável calma.

O vento sopra forte durante a tempestade,
E o calor escalda fazendo ferver o suor durante o dia,
É quando até o nômade perde a vontade,
Incrédulo e maltratado pela mais ríspida agonia.

Quando percebe-se a magnitude da sua grandeza,
A miragem que vem na mente é de água da natureza,
Momento de puro encanto transformado em tristeza.

Logo a ilusão se desfaz e após loucura desmentida,
Destila-se o pensamento que emana do sopro de vida,
E do imenso deserto ressurge a alma absolvida.

 
Ander Monte

Ser bandido

Ser bandido é não se conhecer,
É desprezar a essência do ser,

Ser bandido é tapar o rosto,
É assumir que é um nada, e achar que pode ter um posto,

Ser bandido é a loucura extrema,
É viver a vida gerando para a morte um tema.

Ser bandido é pensar que é mais forte,
Mas não aguentar das menores feridas um corte.

Ser bandido é intimidar, é roubar, é matar,
Mas ser intimidado, roubado e morto por a si mesmo confrontar.

Ser bandido é só pensar em fama,
É esquecer que seu coração e vida estão na lama.

Ser bandido é ter um talento,
Mas jogá-lo fora para viver ao relento.

Ser bandido é arma que falha,
É pingo de glória,
É não ter uma história,

Ser bandido é esquecer de si mesmo,
É estar condenado,
É viver maltratando e maltratado.

Ser bandido é o resto,
É a sobra de lixo,
É como um carrapicho.

Ser bandido é bandalha,
É ser mera gentalha,
É indigência no próprio coração.


Ander Monte

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015



Ela

Pessoa simples, sorriso alegre, essa amor é você.
Cheia de força e carinho pra dar
Se eu puder te descrever em uma frase, te descrevo assim:
"Menina e mulher, carente de mim, aquela a quem eu amo".

Única e cheia de vida, formosa e de grande valor.
A poesia apenas reflete parte do que você é.
Quando estou com você esqueço o tempo, esqueço da vida,
porque a minha vida se torna você nesse momento.

Agora estarei tão vivo de novo
pois sei que você vai chegar
chegar com seu jeito tão simples
então deixarei teus lábios me beijar.

Intrigas não cabem entre nós.
Aqui é só gozo e prazer, virtude e fogo.
Me derreto quando você me toca
ainda que seja apenas no pensamento.

O amor mais puro amor existe aqui.
Não é conto de fadas, nem história de novela,
é algo sincero, que vem de dentro de mim. Sim é você.
Que pra mim é a musa mais bela.

Não te troco, não te deixo, não te esqueço.
Você é a amante e a mulher, é a ex e a atual.
Você é o meu brilho nos olhos.
É tudo que começa em mim e também é o final.

Ardente é o nosso amor, quente como o sol.
A intensidade das suas palavras tocam a minh'alma
e queimam, renovam o meu desejo de me aventurar,
pois a sua paixão invejável pela vida me faz te amar.

Ander Monte
Declarações de Aniversário

Felicidades e tudo de bom nesta data querida!
Querida como tu ó minha linda...
O que espelhas em ti não espelha em nenhuma outra,
os favos de encanto e prazer que exalam de ti são incomparáveis.
Flor apenas é muito pouco para te definir.
Todos os anzóis não seriam o suficiente para te pescar no mar, ó minha sereia.
Os benefícios que tu causas aos meus olhos estão acima da visão humana...
É amor divino, é formosura eterna de alma.
Não acredito nos prejuízos que a vida pode me causar
quando imagino que posso te contemplar.
Me arrebatas por entre a tua formosura com dignidade e desventura.
Continua a escrever no meu coração a tua história ainda que não queira...
Continua a desvendar os teus mistérios de amor,
pois mesmo sem você não posso ficar sem te ter.
Parabéns por esta data e por despertar isso em mim.
Por abrasar os meus dias ao ouvir sua voz.
Por gerar esperança de um dia melhor.
Por ser a fruta mais doce que alguém pode provar.
Você que é gestora de graça e beleza.
Seu perfume é o mais suave da natureza.
Seus olhos são como o sol e as estrelas nos céus.
Sua pureza é como a de inocentes crianças.
Quero deitar nos teus seios, ainda que sonhando,
Quero passar por tuas curvas, ainda que delirando de amor,
Quero dizer que te amo, mais forte do que uma trombeta pode tocar...
E ao mesmo tempo sussurrar palavras que possam te impressionar.
E Tocar a música mais linda que os seus ouvidos possam escutar.
Meu sonho é te ter novamente em meus braços,
minha satisfação é sonhar com você.
É pensar em teus cabelos batendo em meu rosto,
e teus lábios encostados nos meus.
Ainda que não sintas o mesmo,
continuarei insistindo em te amar,
pois não posso controlar o incontrolável.
Não posso dizer. "Coração não ame!!!"
Não posso esquecer o inesquecível...
Parabéns Amor!!! Parabéns!!!


Ander Monte
O mais importante de tudo é você

Se eu ganhar o mais belo dos prêmios e tiver tudo na minha vida, amigos, casa, carro, todos os bens e regalias que uma pessoa deseja, ainda assim não estarei feliz e não será como ter essa alegria que tenho quando você está comigo.

Ander Monte
Quando o poeta entrou na poesia

Estava o poeta pensando em como escreveria uma poesia, quando de repente lhe surgiram uns alces em sua frente, e começaram a falar com ele deixando escapar palavras, inicialmente, sem entendimento para aquele homem. Foi quando ele se deu conta que alces não falam, mas porque aqueles falavam com ele? Continuou andando e se deparou num canteiro imenso de muitas hortaliças, surgindo dali um homem que entrava na porta após molhar os vegetais, e vendo aquilo o poeta foi atrás daquele mancebo, entrou pela porta, sem ser visto mas notando que eram um casal, os dois sentaram-se na mesa junto com seu filho, de aproximadamente nove anos. O casal sorria muito e a criança também, sendo assim, o poeta pode notar a alegria naquele lar e começou a escrever. Os primeiros versos de seu poema falavam da voz do animal falante aos seus ouvidos, como que narrando a história daquela família, sobre a alegria da verdadeira prosperidade em um lar, ainda que fosse pobre. Saindo então daquela casa, se aproximou de um bosque, lá no bosque uma mulher chorava o seu amor perdido, após a traição cruel do seu tão "dedicado" marido. Aquela mulher estava em prantos, e repetia o tempo todo a frase: -"Porque meu Deus?". Então o poeta se aproximou e mesmo sem palavras dizia com seus olhos: -"Não chore, tudo se resolve." E a mulher sem nada entender, seguiu para casa ainda triste e amargurada. E o poeta escreveu novamente sobre isso, dizendo em seu poema sobre lágrimas que encantam o amor ainda que sem merecimento da parte mais amada. O poeta se inspirava ao andar por ali e foi seguindo em frente, olhou para o alto e viu o céu limpo e os pássaros cantando, ele perdeu a noção de onde estava ao sentir a brisa leve no seu rosto e olhar para o campo com lírios e margaridas, o orvalho que caía do céu formava a aurora do amanhecer, e o poeta se perdia na suavidade do cheiro das flores e do mato, confundindo seus conceitos escreveu sobre o que sentia ali, pois vivia um momento paradisíaco, com um horizonte a sua volta onde imaginava chegar. Seguia ele ainda pasmo com o lugar, escrevia e escrevia versos falantes ao coração, como vozes regentes da natureza tão bela e o dissipar de tudo que não vale a pena, quando avistou uma pobre criança mal vestida e mal cheirosa, pedindo esmolas próximo a uma aldeia. As calças eram maltrapilhas, a camisa remendada, o que ainda restava dela, e uma sandália parte rasgada e furada. A criança se aproximou do poeta e pediu o que ele podia lhe dar naquele momento. O poeta pensou e lhe deu um pedaço de pão que tinha levado, pois pensou, esse menino precisa muito mais desse alimento do que eu certamente. Mas além do alimento deu um abraço gostoso naquela criança maltrapilha e mal cheirosa, recebendo imediatamente uma lágrima e um abraço mais forte como forma de agradecimento. O poeta saiu dali todo satisfeito e escrevia mais versos, falando do amor que gera mais amor através do sentimento. Encantado com o seu passeio, prosseguiu, mas já não vivia só cena da realidade. Se encontrou dentro de um espelho e notava as pessoas que passavam por aquele espelho, se envaidecendo, embelezando, ajeitando a roupa e a maquiagem. O poeta se encantou lá de dentro e quase recitando seus belos versos para quem passava por ali. Então ele rabiscava em seu poema os traços vivos, as diversas poses e manias que pode observar de dentro daquele espelho...Ah o poeta mais vivo do que nunca, esperava o momento certo de sair dali, mas estava intrigado com o que acontecia e foi ficando até que adormeceu. Ao abrir os olhos, se achou deitado em um navio e ao seu lado tudo pegava fogo. Uns gritavam: -"Pulem!"; Outros: -"Cuidado!". O poeta meio perdido com aquela situação a sua volta, pulou no mar e foi tragado por um redemoinho gigante que o fez adormecer mais uma vez, mas quando acordou dessa vez estava em meio a águas tranquilas a beira de uma cachoeira, com a cabeça repousada na areia. Seu caderno molhado no bolso, com a caneta quase entupida, mas ele colocou-os ao sol para secar, pegou uns cocos e os comeu ali, bebendo também sua água suculenta. Logo que seu caderno se encontrou seco, ele sacudiu sua caneta e escrevia sobre a turbulência enfrentada, e logo após a calmaria ouvindo a canção dos pássaros numa ilha deserta. Passava por ali um animal estranho e se aproximou dele, o animal tinha asas, era grande e penoso, possuía também um bico enorme e parecia alado. O poeta notou que o animal não desejava fazer mal a ele, e viu como uma possibilidade de sair daquele lugar para as asas do vento e seguir adiante sua viagem. O animal o conduziu pelos mares e o levou para as nuvens onde pisou então, olhando o mundo lá de cima, de um ângulo diferente escreveu os versos sobre a visão de cima, e toda a fantasia daquele animal alado que o havia levado até ali. Já não existia mais impossível para aquele poeta. Ele sabia que qualquer coisa podia fazer, qualquer situação poderia viver ou qualquer fala dizer, mesmo que somente com o coração. O poeta se entregou a sua poesia, vivendo inusitadas situações. Se sentindo ferido algumas vezes ia dizendo, e falando do amor, das esperanças, imaginação e lembranças dos nobres mortais. Passou ainda por reinos nunca antes descritos em qualquer livro. Sim. Depois que notou o poder que existia por trás da sua poesia, também notou que a sua vida era intensa e podia ser vivida da maneira que descrevesse. E ele continuou descrevendo e vivendo as desilusões, sonhos, momentos de amor e fantasia. Continua ainda nos relatando até hoje como foi ao inferno e depois ao paraíso, pois o poeta está mais vivo do que nunca dentro de cada um de nós.
Eis aqui o poema gerado por ele nessa viagem fantástica:


Imensos reinos de amor e paz

De uma forma confusa a voz me veio,
Me falando sobre o amor e a alegria,
E a maravilha de me sentir lá no meio,
Dos sorrisos de uma linda família.

A prosperidade de um lar é mesmo assim,
Mas se num bosque triste você andar,
Quero que tenha pena de mim,
Não deixando me ver seu rosto triste a chorar.

Essa desfalecida família nada tinha a ver,
Com os sorrisos constantes do outro lar,
Mas o amor mais puro dessa mulher,
Encanta mesmo estando tão triste a soluçar.

Soluços que vão embora e o consolo vem,
Cercado então de flores e cantos mil,
Vivemos a brisa leve sentindo o bem,
Imagens de um horizonte cor de anil.

A natureza tão bela de um ser vivente,
O dissipar de tudo que não vale a pena,
São tantas as outras coisas que vem a mente,
Nas doces paisagens daquela cena.

Ah o amor que gera mais amor,
Quando um simples abraço pode ser dado,
Atitude pequena mas deixa sem dor,
A criança que lágrimas havia derramado.

Adormeci vendo as diversas formas de vaidade,
Podiam ser em gestos de soberba ou amor,
Gestos tão belos e cheios de maldade,
Que refletem a inteção do seu autor.

Acordei atribulado de angústia, mas não morri,
Seguido do medo e espanto, veio a calmaria,
Deveras solução alada que recebi,
Levando-me ao mais alto cume da dinastia.

Lá de cima pude ver a esperança,
Imaginação e lembranças dos nobres mortais,
E ver o sonho, onde ele alcança,
Imensos reinos de amor e paz.


Ander Monte



Declarações de amor

Meus olhos vislumbram tua formosura sem pestanejar,
Eles passam por teu corpo destilando a beleza de amar,
Reencontram o que a minh'alma esperava por te desejar,
Mas os olhos não ficam sozinhos, eles tem companhia,
Sim, as mãos que com ciúmes correm pelo teu corpo com ousadia,
E deixam escapar suspiros intensos ao te tocar,
A partir daí o sussurro e o gosto que vem na boca apurar,
O mais lindo sentimento se põe de pé a regozijar.
Teu corpo pede que eu continue e se enche de prazer,
Então exalando o teu cheiro vem me entorpecer,
É como o doce perfume suave do alvorecer,
Fico admirando tua beleza e formosura,
Enquanto me perco nos teus cabelos e lábios, cheio de fissura,
Teu suspiro tão doce, teu beijo suave, seu corpo delicado,
Na mais perfeita forma de ser tão detalhado.
Você, minha amada escolhida,
Minha única atrevida,
A mulher que esperava para desfrutar,
No mais leve envolver,
Os meus sonhos rever,
E os desejos mais íntimos realizar.
A amada, a amante,
Que no leito delirante,
Trago a mente o encanto a regozijar.
Nossos corpos se engraçam,
E deitados se entrelaçam,
Já não há mais nada que nos faça parar.
Ó mulher das mimosas acácias,
Me perco nas tuas "perspicácias",
Contemplando teu sorriso a me provocar.


Ander Monte

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Da vida não quero muito...





















Fonte: https://www.facebook.com/MarcosRosalle/photos/a.601344943269276.1073741844.202268489843592/634013763335727/?type=1&pnref=story

sábado, 17 de janeiro de 2015

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

O Escorpião

Um mestre do Oriente viu quando um escorpião estava se afogando e decidiu tirá-lo da água, mas quando o fez, o escorpião o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando de novo. O mestre tentou tirá-lo novamente e novamente o animal o picou. Alguém que estava observar aproximou do mestre e disse: — Desculpe-me, mas é teimoso! Não entende que todas às vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo? O mestre respondeu: — A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar. Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida. Não mude a tua natureza se alguém te faz algum mal. Alguns perseguem a felicidade, outros a criam. Preocupe-se mais com tua consciência do que com a sua reputação. Porque a tua consciência é o que tu és, e a tua reputação é o que os outros pensam de ti. E o que os outros pensam, não é o nosso problema... é problema deles.

Fonte: Camaçari Fatos e Fotos .com.br

O grande milagre da vida humana (Eu e você - Criação de Deus)

video

Não tenha medo de pensar


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Sweet Child O' Mine - Rare Acoustic - Slash & Myles Kennedy

https://www.youtube.com/watch?v=bRfc_Y_AsLo

Nós dentro de nós mesmos

Te olho e te vejo com olhos de compaixão
como se fosse um menino com pura ilusão,
pois o caminho mais longo é o mais perto pra mim
e isso me faz te dizer que perdôo.
Sim, te perdôo por que sei que me amou,
porque todos merecem uma segunda chance,
mesmo tendo desprezado a primeira que é a mais nobre de todas.
Na primeira dei-te a minha confiança,
assim como todas tiveram mas como você se deixaram levar.
Deixaram levar pela estrada do engano e da mentira.
Na segunda dou-te o carinho da amizade mais pura,
agora existem limites ainda não esclarecidos
que logo serão definidos por você mesma.
A vida é como a sombra da morte e pensamos que é o contrário,
mas ela reflete o que a morte irá nos revelar,
pois o que somos não podemos mudar ainda que tentemos,
ainda que escondamos de nós mesmos
a nossa alma se revela com o tempo e nos mostra
quem somos de verdade para nós,
porque para os outros já não importará mais.

O Tempo

O que pode dizer mais do que o tempo?
Porque o tempo apenas não diz, mostra.
Se uma folha cai de uma árvore, ela se torna seca com o tempo, pois essa folha dependia da árvore para viver mas o tempo que ela ficou fora da árvore que determinou que ela secasse.
O tempo cronológico foi criado para identificar as épocas vividas pela humanidade, mas ele significa a resposta para muitas perguntas se as suas regras forem respeitadas.
O tempo do homem é um, e o tempo de Deus é outro, pois para Deus mil anos é como se fosse apenas um dia.
Isso torna o tempo da nossa vida mais curto e tão insignificante, porém se analisarmos de uma forma geral precisamos ainda assim dar tempo ao tempo para que soluções sejam apontadas para as nossas dúvidas.
O teste do tempo mede as atitudes, e consequentemente revela as reais intenções das pessoas.
A única coisa que me deixa intrigado é se teremos tempo para descobrir o que o tempo pode fazer.
Com o tempo não se brinca, com a vida também não, porque ela é única.
Então que tal dar tempo para a vida nos dizer quem realmente somos e com quem devemos estar, pois ainda que precisemos de cura o tempo há de curar.

Passado, presente e futuro

Se o futuro não existe o presente não faz sentido.
Já o passado serve para definir o que somos hoje ou seremos amanhã.
O amanhã está a um passo do hoje,
E assim como o ontem já pode chamar o hoje de amanhã,
O amanhã chamará o hoje de ontem.
Assim, passado, presente e futuro se unem numa só sintonia
para formar o que chamamos de vida,
de forma que se analisarmos bem nossa situação por esses três aspectos
sempre chegaremos a melhor resposta e qual a melhor ação a se tomar para vivermos bem.

Deus me deu você




O nosso amor em bonequinhos


terça-feira, 13 de janeiro de 2015